segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Autoestima na transição capilar e pós big chop

Bom dia crespos(as) e cacheados(as)! 
Voltei mais uma vez, e tenho que cumprir com uma palavra que dei a quase um ano para vocês: gravar vídeo para o blog. Eu havia dito que estava com dificuldades para gravar vídeos porque meu celular não colaborava, não tinha memória e eu não sei mexer com editores de vídeo (exceto o movie maker mas que não foi bem recomendado), então eu comecei a pesquisar por um que seja bacana e tal e encontrei o SonyVegasPro.
Acordei essa manhã inspirada com isso e estou assistindo vídeos de como baixar, instalar e usar o SonyVegas, já que eu comprei outro celular (alelúias rs) não tem mais desculpas né.

Enfim, enquanto o vídeos não sai vou contando um pouco sobre o que mudou na minha vida em relação ao meu cabelo desde o meu BC até hoje - Primeiramente eu gostaria de enfatizar que estou a quase um ano sem química, no final de fevereiro do ano passado foi a última vez que alisei os fios -. 


Fiz um gif dia 12/02/2017 para vocês verem o tamanho do meu cabelo (E sim, eu fiz luzes)

 Mais um gif
E não vou dizer que foi um período difícil porque eu estava realmente decidida a voltar aos cachos de uma vez por todas, mas é claro que sempre tem aquela época em que fica tenso se olhar no espelho e não saber que penteado fazer, e essa época da minha vida foi na transição capilar. E sabe qual o pior? É que eu arrumei um jeito de não me fazer voltar atrás mesmo depois de usar box braids, por isso que cortei ele estilo Ana Maria Braga, bem curtinho e repicado. Não foi atoa que minha transição durou somente três meses, não tinha nem como eu amarrar e a raiz não parava de crescer, ficava muito volumoso (graças a Deus né) então, já totalmente decidida a cortar o cabelo "estilo Joãozinho", eu fiz e gente do céu, que praticidade! É muito melhor do que ficar segurando aquelas pontinhas lisas na cabeça.
Tenho amigas que estão na transição (sim, eu consegui influenciar elas e quem diria que hoje o meu cabelo é inspiração e motivação para elas) e dizem que seus maiores medo em relação ao big chop, é de enjoar do corte e não saber como lhe dar com o cabelo curtinho mas acreditem, esse será o menor problema. 
Querem saber qual o maior problema após cortar as pontinhas lisas? É conseguir para de ficar comprando produtinhos para cachos e fazendo as receitinhas caseiras do youtube e controlar aquele carinho que ficamos com o cabelo. Ver ele se desenvolvendo aos poucos como ele realmente é, sem químicas, sem chapinha, dá um orgulho que só! É como um recém-nascido que nasceu a poucos dias na família e tudo o quanto é lojinha de bebê você quer ir comprar algo.
E a minha dica é: Para não haver desespero, dê uma pesquisadinha sobre pessoas contando sobre como foi após o bc, penteados, acessórios, e as makes também são parte muito bacana nessas horas. 
Se explore! Auto estima é tudo. Ande com pessoas que te incentivem de alguma forma nessa nova fase da vida, siga pages, faça um blog contando sua história, tire fotos com coroas de flores, faça uma pintura facial (fiz muitas) e como eu sempre digo: Busque por inspirações se necessário, lembrando sempre que um dia você será a inspiração de outras pessoas.